tsh-e-t4-livre-como-esses-exames-podem-ajudar-a-identificar-doencas.jpeg

TSH e T4 livre: Como esses exames podem ajudar a identificar doenças?

Geralmente, quem se preocupa com a saúde sempre faz exames do coração, pulmão e rins. Mas acaba se esquecendo de outra região do corpo: a tireoide. Essa glândula, localizada na base do pescoço, regula o metabolismo e garante o bom funcionamento das células. Por isso, é muito importante avaliar seu desempenho por meio de exames como a dosagem do TSH e T4 livre.

Eles são essenciais para identificar as alterações dos hormônios produzidos pela tireoide. Verificando se o nível de produção dessas substâncias é alto ou insuficiente, é possível fazer o diagnóstico de doenças e direcionar o tratamento. Assim, evitam-se o crescimento da tireoide e a formação de nódulos, que podem ser benignos ou malignos e merecem investigação.

Quer saber mais sobre esse assunto? Acompanhe este texto e saiba o que são o TSH e T4 livre, como funcionam seus exames e como avaliar seus resultados. Confira!

O que é o T4 livre e como ele pode ajudar no exame?

Para entendermos do que se trata o T4 livre, devemos compreender como ele é produzido. A tireoide, entre outras funções, é responsável pela captação do iodo, mineral presente no sal de cozinha. Ao captar esse nutriente, ela agrega-o com um aminoácido e forma o hormônio tiroxina, mais conhecido como T4.

Grande parte da quantidade desse hormônio que é liberada pela tireoide cai na corrente sanguínea e se prende em uma proteína específica. A quantidade que não se liga é justamente o T4 livre. Essa fração mínima é utilizada para a produção de outro hormônio, o T3, que é efetivamente o hormônio tireoidiano que age no nosso organismo.

Sendo assim, a dosagem do T4 livre sanguíneo indica quanto hormônio tireoidiano potencialmente útil existe na circulação. Por isso, ele é usado como parâmetro para um exame.

O que é o TSH e como funciona o exame?

A tireoide não produz involuntariamente seus hormônios. Ela sofre a interferência de outra glândula, a hipófise, localizada na parte inferior do cérebro. Ali, é sintetizado o TSH, sigla em inglês que quer dizer hormônio estimulador da tireoide. Essa substância ordena à tireoide que aumente ou reduza a produção de T3 e T4.

E como isso acontece? A hipófise consegue perceber se existe pouco hormônio tireoidiano circulante no organismo. Quando detectada essa deficiência, há liberação de TSH, o que estimula uma maior produção de T3 e T4.

Uma vez que a quantidade desses hormônios é normalizada, a hipófise automaticamente reduz a produção de TSH, inibindo a tireoide e consequentemente evitando que sejam produzidos hormônios em excesso.

Como avaliar os resultados dos exames de TSH e T4 livre?

Os exames de TSH e T4 livre são feitos para avaliar o funcionamento da glândula tireoide e buscar possíveis problemas. Se for identificado muito T4 livre circulante, é o sinal de que muito T3 está sendo produzido nos órgãos, levando ao hipertireoidismo. Essa disfunção é comumente caracterizada por perda de peso repentina, taquicardia, ansiedade, distúrbios do sono, mudanças no funcionamento do intestino, além de outros sintomas.

Se for detectado que há pouco T4 livre, isso é um sinal de que falta de T3 para os tecidos, ocasionando o hipotireoidismo. Essa condição traz diversas consequências para a saúde. Entre elas, podemos destacar o ganho inexplicável de peso, o ressecamento da pele, o cansaço excessivo e a alteração do ciclo menstrual. 

Em relação aos níveis de TSH, os valores normais variam de 0,4 até 4,5 mU/L. Quando o nível é alto, é sinal que a hipófise está trabalhando em excesso para estimular a tireoide. Se a resposta de T4 e T3 for insuficiente, teremos o hipotireoidismo. O oposto acontece quando a produção de TSH é baixa e o organismo acelera o metabolismo, caracterizando o hipertireoidismo.

Essas foram algumas informações sobre TSH e T4 livre e seus desdobramentos. Com um simples teste, é possível identificar os níveis desses dois elementos. Lembre-se sempre de escolher uma boa clínica para realizar seus exames e também procurar um médico qualificado para avaliar os resultados. Assim, você evita complicações e má interpretação dos seus exames. 

E então, já quer agendar seus exames de TSH e T4 livre? Então, entre em contato conosco. Possuímos a melhor estrutura e atendimento para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This