hormonio-feminino-entenda-o-papel-dele-no-corpo-da-mulher.jpeg

Hormônio feminino: entenda o papel dele no corpo da mulher

Frequentemente, relacionamos o corpo humano a uma máquina. Assim como nesse aparelho, que desempenha diversas funções no cotidiano, o nosso organismo só funciona corretamente se as substâncias que o compõem estiverem em conformidade. Entre elas, o hormônio feminino se faz necessário para diversos órgãos.

Em meio a dezenas de secreções produzidas, podemos destacar o estrogênio e a progesterona como as mais importantes à saúde da mulher. Fabricados nos ovários, a atuação começa ainda na adolescência e prevalece em alta até a menopausa.

No decorrer da vida a concentração hormonal sofre variações. Em alguns momentos, os níveis se elevam. Já em outros, baixam drasticamente. Neste post, você entenderá a função deles. Acompanhe!

Conheça a função do hormônio feminino

Tanto o excesso quanto a falta de hormônio podem afetar drasticamente a vida da mulher. Relacionados à sexualidade e ao surgimento de características secundárias, como o desenvolvimento das mamas, é importante fazer o acompanhamento por exames periódicos e verificar se a saúde está em dia. Agora, entenderemos a função de cada um no organismo.

Progesterona

Responsável pela regularização do ciclo menstrual, a progesterona é quem prepara o corpo depois da fecundação para receber uma nova vida. Nessa fase, o seu papel principal é impedir a expulsão do óvulo.

No decorrer da gravidez o nível de progesterona permanece elevado. Isso acontece porque o hormônio favorece o desenvolvimento da parede uterina e ajuda a abrir espaço suficiente para o desenvolvimento do bebê.

Estrogênio

Além de ajudar na regulação hormonal durante toda vida fértil e controlar a ovulação, o estrogênio também concede as características femininas. Isso significa que o tamanho dos seios, quadril e textura da pele estão condicionadas à sua ação.

Essa substância também participa na preparação do útero durante os nove meses de gestação, e auxilia no aumento do tecido mamário e vaginal.

Veja como a falta de hormônio afeta o corpo da mulher

Fazer o controle do hormônio feminino é um hábito importante para evitar problemas, muitas vezes, silenciosos.

A dificuldade para engravidar, por exemplo, pode ser uma consequência da alteração hormonal. Nesse caso, o óvulo não consegue se desenvolver e impossibilita a gestação. Por outro lado, a produção de estrogênio e progesterona é naturalmente interrompida por volta dos 50 anos, o que causa menopausa.

Descubra os sintomas provocados pelas alterações hormonais

A oscilação hormonal provoca vários sintomas no organismo. Conheça os principais de acordo com as fases de vida.

Puberdade

  • acne;

  • manchas na pele.

Tensão pré-menstrual

  • ansiedade;

  • baixa autoestima;

  • dores no corpo;

  • irritação;

  • raiva.

Menopausa

  • alterações de peso, no sono e de humor;

  • cansaço;

  • pouca lubrificação vaginal.

Como você viu, o hormônio feminino desempenha várias funções importantíssimas. Logo, é necessário acompanhar o nível dessa substância periodicamente e certificar se está tudo bem. A reposição hormonal é um dos métodos indicados para aliviar os efeitos da menopausa. Mas, como em todo tratamento, existem efeitos colaterais. Converse com o seu médico e veja se essa é uma boa alternativa para você.

Você sabia que a infecção urinária é uma enfermidade que acomete mais mulheres do que homens? Aproveite e descubra agora como reconhecer os sintomas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This