conheca-os-sintomas-da-falta-de-vitamina-d-e-saiba-como-tratar.jpeg

Conheça os sintomas da falta de vitamina D e saiba como tratar!

A falta de vitamina D é bastante comum em todas as idades, mas torna-se ainda mais preocupante entre os adultos e os idosos. Entende-se que, conforme os anos passam, mais as pessoas limitam as suas atividades ao ar livre. Isso é prejudicial, já que a exposição ao sol é um meio fundamental para absorver esse composto.

Os raios solares quebram moléculas precursoras da vitamina D, contribuindo para sua liberação e absorção. Além disso, ela também pode ser encontrada em alguns alimentos. Por isso, é essencial investir em uma alimentação saudável e tomar sol pelo período mínimo necessário para garantir níveis satisfatórios no organismo.

Mas você sabe quais são os sintomas e as consequências da falta de vitamina D? É sobre isso que falaremos neste artigo! Também vamos explicar as funções que ela exerce no nosso corpo e quais hábitos estão relacionados à sua absorção. Confira!

Qual é a função da vitamina D no corpo?

A principal função da vitamina D é a de facilitar a absorção do cálcio e do fósforo — dois nutrientes intimamente relacionados à saúde dos ossos. Dessa forma, podemos dizer que ela é importante para evitar doenças ósseas.

A substância também protege o fluxo sanguíneo e ajuda na limpeza de toxinas associadas a outros males, como até mesmo a doença de Alzheimer. Além disso, pesquisadores noruegueses descobriram que, em taxas ideais no organismo, ela diminui o risco de morte de pacientes com doenças cardíacas.

Quais os sintomas da deficiência de vitamina D?

Os sintomas da falta de vitamina D que devem ser observados incluem:

  • imunidade baixa, representada pelo aumento de infecções e doenças respiratórias;
  • fraqueza muscular excessiva;
  • alterações de humor, incluindo a depressão;
  • desenvolvimento de osteoporose e outras doenças ósseas;
  • níveis anormais de suor, devido às alterações hormonais.

Na presença desses incômodos e, principalmente, se você não toma sol com frequência ou usa protetores solares sempre que sai ao ar livre, é importante consultar o médico para saber se o nível de vitamina D está abaixo do normal.

Quais as consequências da falta de vitamina D?

Além de estar relacionada aos problemas ósseos, a falta de vitamina D também pode levar a outras consequências, como a intolerância à glicose, que, por sua vez, facilita o desenvolvimento de diabetes.

Ela também está associada a algumas doenças cardiovasculares, já que é importante na redução dos riscos de ataque cardíaco e de hipertensão. Essa deficiência também leva a contrair gripes e outras infecções, pois compromete a imunidade.

Por fim, entre as consequências da falta desse nutriente, destacamos os diferentes níveis de obesidade. Isso porque a condição pode levar ao acúmulo de gordura e a algumas reações metabólicas e hormonais que podem, por exemplo, aumentar a sensação de fome.

Como garantir a quantidade necessária de vitamina D?

A dica fundamental é expor-se aos raios solares sem protetores ou bloqueadores por, pelo menos, 15 a 20 minutos, três vezes por semana. Também é importante comer bem e consultar o médico regularmente para realizar exames preventivos e observar os níveis dessa e de outras vitaminas e nutrientes.

Evitar a falta de vitamina D e manter o organismo saudável não é nenhum bicho de sete cabeças. Basta que você priorize uma alimentação balanceada para garantir a ingestão de todos os compostos orgânicos necessários, beba muita água para desintoxicar o corpo e pratique algum exercício físico ao ar livre.

Gostou do conteúdo? Para ficar por dentro de outros assuntos como este, curta a nossa página no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This