4-duvidas-esclarecidas-sobre-o-sangramento-nasal.jpeg

4 dúvidas esclarecidas sobre o sangramento nasal

Quando o tempo seco chega, é comum que várias pessoas sofram de sangramento nasal, principalmente aquelas que não estão acostumadas com esse tipo de clima. Porém, a secura é apenas um dos fatores que podem causar esse tipo de problema. 

Grande parte das vezes que uma pessoa apresenta sangramento nasal, a primeira dica dada é de que ela deve colocar a cabeça para trás e esperar o sangramento parar. Mas será que essa é a maneira certa de lidar com o problema?

 Elaboramos o texto de hoje para esclarecer essa e outras dúvidas sobre o sangramento nasal. Confira!

1. O que é o sangramento nasal?

A nomenclatura médica para o sangramento nasal é epistaxe, que consiste na perda de sangue pelo nariz, normalmente em apenas uma das narinas. Os sangramentos que acontecem de forma eventual e esporádica são considerados muito comuns, e geralmente são causados por motivos banais, como o tempo seco que citamos no início do texto.

Para entender o porquê do sangramento nasal, primeiro é importante saber um pouco mais sobre o nariz. Ele é uma área muito vascularizada por pequenos vasos sanguíneos, principalmente na sua parte dianteira. Esses vasos são frágeis e podem se romper facilmente, devido a condições ambientais ou como repercussão de outros problemas no corpo.

2. Quais são as suas causas?

As causas de sangramento no nariz são:

  • Ressecamento da mucosa devido ao clima seco e frio no inverno;
  • Traumatismos nasais causados por introdução de objetos estranhos;
  • Sangramentos pelo nariz que não tenham origem (ex.: traumatismos de área vizinha);
  • Assoar o nariz com muita força;
  • Irritações da mucosa nasal (rinites e sinusites);
  • Pressão arterial elevada;
  • Transtorno hemorrágico sistêmico;
  • Uso tópico de descongestionantes, alérgicos e corticosteroides;
  • Uso de cocaína;
  • Outras condições sistêmicas que afetam a coagulação sanguínea (hemofilia, leucemia, insuficiência hepática, insuficiência renal).

3. Como fazer para o nariz parar de sangrar?

A maioria dos sangramentos nasais são autolimitados e não necessitam de tratamento médico específico. Como a maioria dos sangramentos são provenientes da parte anterior do nariz, a melhor indicação para o momento do sangramento é a de comprimir as asas nasais com firmeza, contra a parte elástica do septo nasal (osso e cartilagem que separam as duas narinas).

O ideal é usar o indicador e o polegar e manter a compressão por 15 minutos. Ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, não é indicado inclinar a cabeça para trás, pois pode fazer com o que o sangue escorra para a faringe, vias aéreas ou estômago.

Portanto, a cabeça deve ficar ligeiramente inclinada para frente. Além disso, não se deve obstruir o nariz com gaze. 

4. O que fazer quando isso acontece com frequência?

Os sangramentos que são causados principalmente pelo ressecamento da mucosa nasal podem ser prevenidos com uso de soro fisiológico e hidratação corporal. Porém, quando os sangramentos são por outras causas, motivos desconhecidos ou forem muito intensos, o ideal é procurar um médico e se consultar.

Outros fatores que indicam a necessidade de avaliação de um médico são:

  • sangramento não cessa após a compressão por 15 minutos;
  • suspeita de trauma ou fratura;
  • sangramento acontece nas duas narinas ao mesmo tempo, ou acontece simultaneamente em outra parte do corpo;
  • introdução de corpo estranho no nariz com sangramento;
  • histórico de doença hemorrágica na família.
O sangramento nasal costuma ser um problema simples, porém requer maior investigação quando indica outros problemas de saúde sistêmicos.
 
Se você gostou do post, curta a nossa página no Facebook para acompanhar nossas atualizações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This