voce-sabe-como-reconhecer-os-sintomas-de-infeccao-urinaria.jpeg

Você sabe como reconhecer os sintomas de infecção urinária?

A infecção urinária, também conhecida como Infecção no Trato Urinário (ITU), é um problema infeccioso que pode atingir qualquer um dos órgãos do trato urinário — bexiga, uretra, rins e ureteres —, sendo mais comum na parte interior do trato.

Geralmente acomete as mulheres, as quais apresentam chances 50 vezes maiores de desenvolver o problema do que os homens. Estima-se que 30% das mulheres apresentarão quadro de ITU em algum momento de suas vidas. Quer entender melhor sobre esse problema? Confira a seguir!

Quais são os tipos de infecção urinária?

Suas variações são de acordo com o local onde a infecção se desenvolve, elas são divididas em três tipos: cistite, uretrite e pielonefrite. Veja a seguir as características de cada uma delas.

Cistite

É o tipo mais comum de infecção urinária. Ocorre no trato inferior, quando as bactérias passam pela uretra, chegam até a bexiga e lá se proliferam.

Uretrite

É decorrente das bactérias do trato gastrointestinal. Consiste em uma infecção ou inflamação na uretra, canal que expulsa a urina do corpo.

Pielonefrite

É uma infecção renal, um quadro mais grave e avançado da infecção, pois as bactérias conseguem alcançar também um ou ambos os rins. Se não diagnosticada e tratada adequadamente, pode trazer prejuízos permanentes aos rins.

Pelo que é causada e quais são seus sintomas?

A infecção ocorre quando as bactérias entram na uretra e passam a se multiplicar. Se não tratado, as bactérias podem dominar toda a área do trato urinário, se transformando em uma infecção completa.

O sistema urinário foi projetado de forma a evitar a invasão dessas bactérias, no entanto, essa defesa não é à prova de falhas. Ao ocorrer essa invasão de bactérias, o corpo pode apresentar alguns sintomas, são eles:

  • dor ou ardência ao urinar: ocorre devido a irritação, que é causada pela infecção, da bexiga e uretra;
  • sangue na urina: também chamada de hematúria, também é causada pela irritação da bexiga e uretra;
  • febre: é uma resposta comum do corpo à infecção, geralmente só ocorre na pielonefrite;
  • vontade constante de urinar: apesar da vontade, o volume de urina costuma ser pequeno, causando também uma falsa sensação de esvaziamento, devido à irritação dessa área;
  • náuseas e vômitos: geralmente, é causado quando a infecção tem origem nos rins e acompanha a febre.

Como diagnosticar ou prevenir?

O diagnóstico é feito por meio de um exame de urina. Desconfie caso apresente alguns dos sintomas comuns, porém, não espere que um problema apareça para consultar um médico. Realizar exames periodicamente é uma das melhores maneiras de evitar que qualquer doença se intensifique.

No entanto, existem alguns cuidados que podem ser tomados para evitar a infecção urinária, são eles:

  • beba muita água;
  • use calcinhas de algodão;
  • realize uma higiene íntima correta;
  • evite calças apertadas;
  • limpe-se sempre que urinar;
  • urine depois de relações sexuais;
  • evite segurar o xixi;
  • troque seus absorventes com frequência;
  • não utilize na área genital duchas ou qualquer produto que contenha perfume em sua composição.

Quais são os tratamentos?

Seu tratamento é feito à base de remédios antibióticos. Além disso, dependendo do caso, o médico também pode receitar analgésicos para diminuir a sensação de ardência e dor que pode ser sentida ao urinar.

Sendo assim, a infecção urinária é um problema que atinge principalmente as mulheres. É dividida em alguns tipos, mas todos têm tratamento e, geralmente, podem ser evitados com alguns cuidados simples. Sendo que o ideal é sempre realizar exames de rotina para evitar quadros mais avançados de doenças.

Gostou desse artigo? Confira também: Conheça 4 cuidados com a saúde no verão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This