voce-sabe-quais-sao-os-sintomas-de-diabetes-mais-comuns.jpeg

Você sabe quais são os sintomas de diabetes mais comuns?

Os sintomas de diabetes estão presentes em quase meio bilhão de pessoas e, atualmente, a doença é considerada uma epidemia mundial. Essa doença crônica atinge principalmente quem possui um estilo de vida sedentário, não se alimenta de forma saudável e sofre com excesso de peso.

Mas, apesar de alarmante, a diabetes não é difícil de ser controlada se detectada em estágio inicial. Por isso, é muito importante conhecer os sinais que o corpo dá quando há manifestação da doença.

Para conhecer e entender os sintomas, continue a leitura!

Os principais sintomas de diabetes

Alguns sintomas mais genéricos incluem sede, urina em excesso e coceira pelo corpo, mas apenas essas características não são suficientes para diagnosticar a diabetes, até porque existem dois tipos da doença, como:

O tipo 1

Costuma surgir na infância ou adolescência. É comum que a pessoa sinta fome em excesso, mas perca peso sem razão aparente. Também sente cansaço e sonolência frequentes, infecções urinárias e alterações no humor.

O tipo 2

Os sintomas mais comuns são boca seca com frequência, visão turva, baixa capacidade de cicatrização e formigamento. Essa versão da diabetes está relacionada ao excesso de peso e a má alimentação.

Há ainda uma versão da diabetes que ataca mulheres grávidas. Ela é idêntica ao tipo 2 e pode aparecer em qualquer fase da gestação. Se não for controlada, a diabetes pode causar complicações sérias na gravidez como pré-eclâmpsia, parto prematuro e excesso de peso nos recém-nascidos.

Exames capazes de detectar a doença

Atualmente, 4 exames são realizados para a constatação da diabetes:

  • Teste de glicose: coleta de exame de sangue com o paciente em jejum;
  • Teste de glicemia capilar: apesar do nome sugestivo, o exame é realizado com uma picada no dedo do paciente para a coleta de sangue;
  • Tolerância à glicose: se houver mais de 200 ml por decilitro, significa que o paciente pode estar com diabetes;
  • Teste de hemoglobina glicada: realizado também na coleta de sangue.

Como é possível observar, o sangue é o principal indicador de existência da diabetes. Estes exames devem ser solicitados sempre que os sintomas citados no tópico anterior aparecerem.

 Mulheres grávidas devem realizá-lo como medida preventiva, mesmo que não haja indicativos da doença.

O pré-diabetes

Aparece quando o metabolismo de alguém apresenta um comportamento anormal com predisposição à diabetes.

O índice de glicemia precisa estar abaixo de 100 mg/dL para que uma pessoa seja considerada saudável, acima disso e abaixo de 125 mg/dL as chances de diabetes são altíssimas.

Alguns dos fatores que contribuem para essa alteração no metabolismo são:

Essas características aumentam as chances de que alguém contraia a doença, mas isso não significa que não haja possibilidade de prevenção da diabetes nesses casos.

As mudanças no estilo de vida são a melhor defesa contra a evolução da doença. Perda de peso, exercícios regulares e dieta balanceada são fundamentais.

É importante frisar que, embora não haja cura para a diabetes, algumas pessoas conseguem levar uma vida completamente normal simplesmente controlando a doença. Aliás, quanto antes houver o diagnóstico, maiores são as chances de controle, por isso é importante realizar exames periódicos que garantam o controle da glicose no sangue.

Agora que você já possui bastante informação sobre os sintomas de diabetes, compartilhe com seus amigos nas redes sociais e lembre-se de manter hábitos saudáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This