entenda-como-surgiu-o-outubro-rosa-e-a-importancia-dessa-data.jpeg

Entenda como surgiu o outubro rosa e a importância dessa data

O outubro rosa é um período fundamental de conscientização sobre a saúde da mulher. A atenção da campanha se volta principalmente à prevenção do câncer de mama.

De acordo com estatísticas divulgadas pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA) e relativas aos anos de 2017 e 2018, esse problema corresponde a quase 30% dos casos oncológicos diagnosticados no Brasil.

Por isso, a discussão a respeito dos exames preventivos, que ocorre internacionalmente no mês de outubro, é muito importante. Quanto mais cedo se descobre a doença, maior é o sucesso do tratamento. Pensando nisso, preparamos este texto, com as principais informações sobre a data e suas implicações. Acompanhe!

Como surgiu o outubro rosa?

A iniciativa de dedicar um mês à saúde feminina começou na década de 1990, nos EUA. o marco inicial foi a distribuição de laços rosas para os participantes da Corrida pela Cura, em Nova York. A ação teve promoção da Susan G. Komen, fundação voltada à luta contra o câncer de mama.

No Brasil, o envolvimento com a causa se tornou mais significativo a partir dos anos 2000. Nesse período, são distribuídos laços rosas e monumentos públicos ganham iluminação relativa à cor do movimento.

Além disso, as instituições de saúde promovem campanhas de prevenção contra os cânceres de mama e de colo do útero.

Para que serve essa data?

As principais implicações do outubro rosa estão relacionadas à divulgação de informações sobre doenças tipicamente femininas.

Nesse sentido, é incentivada a realização dos exames preventivos, como mamografia, papanicolau e autoexame. Veja a periodicidade ideal de cada um:

  • mamografia: anual para mulheres a partir de 40 anos. Na terceira idade, a frequência é definida pelo médico;
  • papanicolau: anual a partir do início da vida sexual. Após dois exames sem alterações, pode acontecer a cada três anos.
  • autoexame de mama: mensal, preferencialmente alguns dias após o início da menstruação, para mulheres de 20 anos ou mais;

Para manter esses exames em dia e ser avaliada por um profissional qualificado, a mulher precisa consultar o ginecologista anualmente.

A recomendação vale para todas a partir da primeira menstruação e, principalmente, após o início da vida sexual. Além disso, é essencial prestar atenção em sintomas do corpo.

Por que o outubro rosa é importante?

As ações de conscientização do outubro rosa são primordiais para a saúde feminina. Isso porque os exames preventivos ajudam a rastrear doenças precocemente, diminuindo de modo significativo as taxas de mortalidade.

Ao sinal de qualquer anormalidade, como nódulos ou mudanças na textura e tamanho dos seios, deve-se consultar um médico.

A mamografia, por exemplo, é tão efetiva que o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) estima que 60% das mulheres descobrem os tumores em seus estágios iniciais. Desta maneira, a doença é tratada com métodos menos agressivos e mais eficazes.

Por tudo o que foi exposto no artigo, o outubro rosa consiste em uma campanha muito relevante. O prognóstico do câncer de mama é relativamente bom na maioria dos casos. No entanto, quanto mais conhecidas as informações sobre os exames preventivos, maiores as chances de um tratamento bem-sucedido.

Antes de ir, compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais para que mais pessoas fiquem por dentro desse assunto tão importante para a saúde feminina!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This