como-acalmar-criancas-durante-exames-medicos-e-clinicos.jpeg

Como acalmar crianças durante consultas médicas e clínicas?

Assim que sai da barriga da mãe, o bebê já passa por procedimentos médicos. Nos primeiros dias, já é vacinado, passa por testes e, em alguns casos, até por exames um pouco mais invasivos, quase sempre acompanhados por um choro sentido. E que coração não dói com aquele chorinho, mesmo sabendo que tudo é para que ele cresça com saúde? De qualquer forma, nem sempre é fácil tranquilizar as crianças no exame médico.

Com o passar dos meses, as crianças ganham mais percepção, começam a estranhar o ambiente e, à medida que vão crescendo, o chororô pode ficar ainda maior. Uma simples visita ao pediatra pode se tornar uma verdadeira batalha, com muitos gritos e pânico do jaleco branco. Mas como é possível acalmar as crianças no exame médico? Para te ajudar, listamos algumas dicas. Confira!

Manter o controle

É impossível impedir que a criança chore ou faça aquela temida pirraça na frente de todos. Se isso acontecer, mostre que você entende o seu sentimento e deixe claro que tudo isso vai passar. Fale com suavidade e tente não demonstrar irritação.

Envolver o bebê

De fácil realização, este método consiste em enrolar o bebê em uma manta ou em um pano mais fino, como se fosse um envelope. Assim, ele se sentirá mais seguro e se acalmará.

Segurar no colo

O bebê se sente protegido no colo dos pais. Antes de vaciná-lo ou de realizar exames de rotina, coloque-o em contato com o seu corpo para que ele entenda que você está por perto e fique mais tranquilo.

Dar o peito antes ou durante os procedimentos

A amamentação faz com que o bebê se acalme, fique relaxado e até ameniza a dor, por liberar doses de endorfina, que é um analgésico natural. 

Deitar as crianças de lado 

Segundo especialistas, a posição lateral traz tranquilidade e sensação de segurança às crianças.

Escolher um médico ou um laboratório de confiança

O sentimento dos pais influencia diretamente no comportamento dos filhos. Por isso, a escolha de um médico ou de um laboratório que gere a sensação de segurança faz toda a diferença para que os adultos se mantenham calmos e transmitam isso às crianças.

Levar um objeto pessoal

Ter um objeto pessoal, como um ursinho de pelúcia, com o qual a criança se identifique pode ajudá-la a passar por situações de medo. Para procedimentos nos quais é preciso que ela fique um tempo sozinha, como exames de imagem, essa tática é muito eficaz.

Antecipar o assunto

Deixe claro para a criança que ela está indo ao médico e, caso ela demonstre medo, acalme-a antes mesmo de sair.

Explicar como é ir ao médico

Crianças mais crescidas sentem a necessidade de entender tudo o que acontece. Por isso, conte como vai ser a consulta. Avise que talvez seja preciso tomar vacinas ou fazer exames e que pode incomodar um pouco, mas que passará rápido e ficará tudo bem.

Analisar a razão do medo

Talvez a criança tenha passado por uma situação que a deixou angustiada. Converse com ela e entenda porque ela está se sentindo assim. Avaliado o problema, tente resolvê-lo com naturalidade, sem diminuí-lo

Gostou deste artigo? Agora que você já saber como como proceder com crianças no exame médico, aproveite e se informe sobre a importância de se realizar exames periódicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This