qual-a-importancia-de-realizar-exames-medicos-periodicos.jpeg

Qual a importância de realizar exames médicos periódicos?

“Quem procura, acha”. Esse famoso ditado dá a entender que nem sempre devemos buscar algo ou alguma resposta, pois podemos não gostar do que achamos. No entanto, no caso dos exames médicos de rotina, procurar e achar é uma grande vantagem!

Para nos mantermos saudáveis, é preciso promover, prevenir e tratar a saúde. Isto é, não basta apenas buscarmos profissionais de saúde quando um problema surgir. Desse modo, é necessário adotar um estilo de vida que promova a saúde e realizar ações que ajudem a prevenir possíveis problemas. 

Vamos entender qual a importância de fazer exames médicos periódicos.

Por que fazer exames médicos periódicos?

A principal função dos exames médicos periódicos é a de detectar precocemente doenças, principalmente as que ainda não estão demonstrando sintomas. Esse tipo de exame é chamado de rastreio.

Existem várias complicações de saúde que podem levar meses ou até anos para gerarem sinais no corpo. Quando esses sinais aparecem, a cura ou tratamento podem se tornar muito mais complicados. Quanto mais precocemente uma doença é descoberta, maiores as chances de combatê-la.

Quais doenças podem ser detectadas?

Existem muitas doenças que podem ser descobertas por meio dos exames médicos periódicos. Trazemos alguns exemplos de doenças ou complicações de saúde que são muito mais facilmente controladas se descobertas no início, como:

  • diabetes tipo II, por meio de exames de sangue de glicemia em jejum;
  • hipertensão arterial, por meio da medição periódica da pressão arterial;
  • câncer de colo de útero, por meio do exame de papanicolau;
  • câncer de próstata, por meio do exame de toque;
  • colesterol alto, por meio do exame sanguíneo de dosagem de colesterol; entre outros.

Quais exames fazer?

Os exames médicos necessários variam de acordo com o sexo e faixa etária. O médico pode ainda solicitar exames adicionais, de acordo com seu histórico de saúde e doenças na família.

  • para recém-nascidos – teste do pezinho (detecta doenças como fenilcetonúria e hipotiroidismo);
  • para mulheres acima de 20 anos — exame de papanicolau, ultrassom transvaginal e mamografia após os 40;
  • para homens a partir dos 40 anos —​ exame de toque, ultrassom e exame de sangue para detectar câncer de próstata;
  • para adultos de ambos os sexos —​ exames de sangue (hemograma, glicemia de jejum, colesterol, triglicerídeos, eletrólitos, ureia e creatinina, hormônios da tireoide, enzimas hepáticas, DSTs), exame de urina e de fezes.

De quanto em quanto tempo fazer os exames?

A periodicidade para a realização dos exames de rotina depende de alguns fatores: idade, tipo de ocupação da pessoa, presença de fatores de risco ou doenças. De modo geral, recomenda-se que o intervalo entre os exames deve ser:

  • 6 em 6 meses para pessoas com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão arterial ou câncer;
  • 1 em 1 ano para pessoas abaixo de 18 anos ou acima de 45 anos, ou com fatores de risco (colesterol alto, obesidade, fumantes, sedentários);
  • 2 em 2 anos para pessoas saudáveis entre 18 e 45 anos.

Os exames médicos periódicos são uma ótima maneira de se manter em dia com a saúde, estando sempre um passo a frente de possíveis complicações. Contudo, lembre-se também de sempre procurar um profissional de saúde quando sentir algo diferente e tirar suas dúvidas.

Você gostou de saber mais sobre os exames médicos periódicos? Gostaria de ter acesso a mais dicas de saúde como essa? Então siga nossa página no Facebook e acompanhe as nossas atualizações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This